quarta-feira, 25 de março de 2009

I may paranoid, but you’re so fucking special



“E agora??? Ele vai voltar né?? Ele tem que voltar, tipo o Titãs!!”

“Meu deus, Climbing up the walls, meu deus, é de verdade, ele abre a boca e sai aquela voz”

É o momento da sua vida em que você mais quer dar um tiro na nuca de um infeliz que fica se mexendo na sua frente. E que todos os netos dele levem tiros na nuca.

“Exit music! Essa foi a primeira musica deles que eu gostei de verdade. Quando eu dormia de uniforme pra levantar mais tarde pra escola”

E todas aquelas paredes, carros e pessoas tão transparentes

É o momento que você sabe que tudo aquilo valeu a pena. Andar na chuva pra economizar os dois reais do ônibus. Arroz com cenoura. Tomate na janta. Não vou mais beber, não tenho mais dinheiro pra intera. E tudo isso valeu tanto a pena.

E de repente você sente uma coisa na sua espinha, e um tremor no seu estomago e é Paranoid Android, de verdade, bem alto, e brilha, e todo mundo grita e te esmaga, e tudo, todas as palavras e todos os barulhos, meu deus puta que o pariu é Paranoid Android é Paranoid Android

“Paranoid Android é a musica mais perfeita que já existiu. Cada barulho dela, cada milésimo de segundo dela é perfeito” *Conversa de calçada de uma madrugada de sexta-feira.

The panic

The vomit

God loves his children

“Foda-se, que seja creep”

“Nossa cara, eles tão voltando!!! De volta!! Toca Twist and Shout!!! Toca Twist and Shout!!!”

Sabe, é daquelas sabe?? Das de verdade. Daquelas que tinha meia dúzia de clipes no computador e assistia sempre. Sempre a mesma meia dúzia. Nirvana, Sonic Youth, Smashing Pumpkins, The Cure e Radiohead. Sabe, os de verdade.

Daquelas sabe, que você vê aquele desgraçado com aquelameninalá na rua, e daí você chega em casa e ouve, e daí, bem daí.....

I whish I was special

Na calçada de madrugada, tão frio, e ele atravessa a rua...

The best thing you have had is gone away

Eu tinha uns treze anos quando eu parei na frente da T.V. E eu parei, eu fiquei ali uns três minutos. O que aquele... aquele... ser humano pretendia naquele aquário??? Ele tinha um aquário na cabeça... e eu tinha treze.

“Ele é um feio tão bonito”

“Electioneering também, na cama de uniforme”

“Thom Yorke Gatinhhooo!!!! Você é tão fodasticamente especiall!!!”

Eu perdi a apresentação de um trabalho, eu posso reprovar. Eu peguei uma infecção. Eu andei no vento. Eu gastei o dinheiro da poupança. FODA-SE.

EU VI O RADIOHEAD

EU FUI NO RADIOHEAD

EU FUI NO RADIOHEAD PORRA

E EU LEVARIA UMA FACADA PRA IR DE VOLTA


Agradecimentos:
A poupança da Caixa, por guardar meu dinheirinho tão suado.

Ao Moyses, por sair um dia depois de Ponta Grossa e não ter deixado meu sofrimento ser em vão.

Ao Thiago, que apesar de não ter NENHUMA noção, nos deu comida e poso.

E ao Radiohead. Por existir. E ser tão fodasticamente especial.