sábado, 13 de junho de 2009

Tempos Fodidos


Quantas vezes por segundo ele consegue dizer que não tem dinheiro?

Quantas vezes ele pode dizer? Quantas vezes você pode contar em dez minutos?

Quantas vezes ele consegue dizer?

Por horas, você pode contar quantas vezes ele não tem dinheiro.

Ele não tem dinheiro, você sabe. Ele sabe e não para de falar.

Quantas vezes ele consegue não ter dinheiro em dois segundos?

Quantas vezes ela consegue te esquecer em um dia?

Você sabe, ela diz, eu simplesmente não posso. Faço o que consigo.

Quantas vezes você consegue não existir em meia hora?

Quantas vezes ela te diz que não esqueceu em cinco minutos?

Eles não existem, meu bem. Para você.

Quanto tempo você consegue existir?

Em dois segundos.

Quantas vezes eles conseguem te lembrar até te esquecer completamente?

Um comentário:

mary mary disse...

Eu nunca consigo esquecer.
Nunca mesmo.
E eu tento. Tento de verdade e com afinco.
Lembrar dói.
Mas eu não consigo. Simplesmente não consigo.
A dor de não lembrar é pior que a dor de lembrar.