sábado, 10 de abril de 2010

Em baixo d'água


Eu não sei por que lembrei de quando era pequena e ficava com a cabeça embaixo d’água, de quando fazia aquela brincadeira de quanto tempo agüentava ficar sem ar.

Minha irmã e meu primo sempre ganhavam, meu pulmão sempre foi fraco

Eu sempre odiei água.

E não sei por que lembrei disso agora.


Acho que eu devia ter escutado mais o que minha mãe dizia. Acho que percebi muito tarde que a vida de todo mundo é uma merda.


E depois de um tempo você aprende como se deve abraçar as pessoas que você gosta, e que gostam de serem abraçadas.

Nenhum comentário: