quinta-feira, 10 de março de 2011

.

A maioria das pessoas com alguma pretensão do tipo: sou intelectual e logo chegarei aos 300 copos de café por mês, sou profundamente melancólico e darei a minha visão de um mundo obscuro, sou extremamente poético e descrevo tudo como se estivesse escrevendo um artigo para uma revista cult, sou um ninguém com uma vida de bosta porém muito instigante, sou alguém que todos odeiam mas sei escrever de um modo genial, sou um inteligentão e não preciso de nenhuma aprovação, ninguém gosta de mim mas sempre tem um bando de gente me seguindo, tenho muito estilo e meus tênis não precisam de você...

Enfim, toda essa gente, é totalmente, profundamente egoísta e egocêntrica. Um nível de egoísmo difícil de encontrar em outros lugares. Uma coisa que irrita até mesmo quem está morando perto disso.

Por isso, eu te digo, vire e saia andando. O mais rápido possível.

Pode acreditar em mim...

E tenho dito.

quarta-feira, 9 de março de 2011

tentar dormir

A água sempre sobe. Ela sempre está por cima. Os rios e o mar sempre alagam. Ondas gigantes sempre aparecem para alagar e destruir tudo. A água bate forte embaixo e violentamente quebra os vidros por cima.

A onda sempre vem devagar. Ela marca aquele tempo que você ainda existe. Antes do seu pulmão ser encharcado.

A onda vindo devagar faz seu coração quase explodir. Já vem devagar pra explodir tudo. Devagar para torturar pela espera da morte.

Se você morrer no sonho, pode morrer de verdade? Você consegue acordar antes de morrer? Se você morrer, não acorda mais...

Anos e anos sonhando com isso. E parece não haver saída. Apenas esperar que a água não alcance a janela.