quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Blerghh

Esse tcc vai me matar

Fico aqui esperando o tempo passar e as coisas ficarem prontas magicamente (eu não mando na minha cabeça)

Sei que o meu corpo está contra mim. Ele sempre esteve.

Comete um auto-suicidio.

Auto porque ele não tem nem mesmo a delicadeza de me perguntar alguma coisa, de pedir a mínima permissão.

Ele está me matando. Meu corpo esta se matando. Separadamente de mim.

Separadamente da minha cabeça. A minha cabeça está separada de mim.

A minha cabeça comanda o suicídio e eu queria descobrir como ela faz isso. Eu não estou interessada.

O futuro se movimenta, mas não está amarelo. Não, ele não está. Só está meio borrado

Eu não estou interessada nisso....

Eu só espero que o tempo passe muito rápido. De novo. Eu só fico esperando você entrar. Pela porta da frente. E a porta nunca mais vai se abrir.

Eu só vou ficar esperando o sol.

O seu cabelo sempre está cheirando bem. Eu só espero o tempo passar. Porque eu sei que vai acontecer tudo ao contrário, como sempre. Sempre tem um certificado ao contrário no final.

Com você.

...

A coisa de que eu mais sinto saudades de Curitiba é do meu computador.

Um comentário:

Guilherme Canedo disse...

Tem certo lugarem, ocasiões, pensamentos que não fazem muito sentido... Saudade é o que dói na gente, que nos corta, que morre... Ás vezes os passado, os lugares nos afete pela simplicidade, pela saudade do nosso sossego!

abraços