domingo, 5 de agosto de 2012

hermeticamente.


Paredes brancas, fechadas, assistindo a sua vida ir embora.
Porque você não quer que nada vaze, não é mesmo?

Som abafado, nenhuma palavra.

Inflamação irradiando e nada pode ser feito, nada acontece.

Tudo deve ficar irreconhecível...

Mil tentativas em vão.

Pela janela é possível ver projeções de coisas que não acontecem mais. Melancolia e nostalgia se misturando. 
Cedo ou tarde, você aprende a esquecer o que era antes.